segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Segredo

Um ninho com um inquilino diferente...

Segredo

Sei um ninho.
E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
tem lá dentro um passarinho novo.
Mas escusam de me atentar:
nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
e guardar
este segredo comigo.
E ter depois um amigo
que faça o pino
a voar...
                               Miguel Torga,
                               Diário III,
                               Editora Dom Quixote

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

E para o fim-de-semana, prevê-se muito frrrrioooo e muito amoorrr

Receio tornar a publicação de hoje demasiado lamechas, piegas e coisa e tal.
Mas tenho uma vontade tremenda de dedicar esta musiquinha a uma amiga menina senhora (ou será senhora menina???) muito, mas mesmo muito apaixonada. Como diria o humorista, "tão apaixonada que até faz impressão".
Smiley 
E haja boa disposição!
E um bom fim-de-semana, pois então!




terça-feira, 19 de novembro de 2013

TEMPO


Tempo não tem cor
Não tira dor
Não é remédio

Tempo de tédio
Tempo de euforia
Tempo... tempos...  
Tempo insípido
Tempo espirituoso

Tempo feito de tempo
De segundos
De minutos
De horas
De dias
De semanas...
Tempo eternidade


segunda-feira, 18 de novembro de 2013

"J'ai rêvé de l'école toute la nuit " - écrit le dessinateur

Retirado do fantástico blogue do desenhador/professor (que entretanto deixará de o ser): Jack Koch.
Não é bem assim, mas é quase. Porém, há dias em que é realmente assim.
Vidas...
Boa semana!



sexta-feira, 15 de novembro de 2013

"La moindre des choses": o filme/documentário

Sinopse

Um encontro muito especial junta anualmente, os pacientes da clínica psiquiátrica da Borde (na região do Loire) para encenarem a peça de teatro - "Opérette" - de Gombrowicz.
O filme/documentário de Nicolas Philibert (o mesmo que acompanhou e filmou o dia-a-dia de uma escola rural francesa durante um ano lectivo), retrata os altos e baixos desta aventura.
Mas, para além do teatro, o realizador dá a conhecer como é a vida na Borde, ou seja, a vida de todos os dias.
Este documentário data de Março de 1997 e tem a duração de 1h44m.
(parte do texto retirado daqui, foi adaptado e traduzido por mim)
Para ver com tempo...
Bom fim-de-semana!
 
 

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Mine

Emmy Curl é o alter-ego de Catarina Miranda, uma jovem cantora e compositora de 23 anos nascida em Vila Real.
Alguns sítios da internet dão a conhecer um pouco mais sobre esta jovem, e ainda pouco conhecida, artista nacional.
 «Aos 15, completou três anos de formação de guitarra clássica e iniciação ao canto lírico no Conservatório Regional de Vila Real. “Foi suficiente para mim, a partir dessa formação fui moldando esse conhecimento àquilo que já sabia e que ainda procuro”. Para Emmy Curl, “Trás-os-Montes é um antro de inspiração de todo o poeta, músico ou pintor”, sendo que a sua maior inspiração provém da Natureza e inevitavelmente das “paisagens do Douro e das Serras do Alvão e Marão”». www.noticiasdevilareal.com
«As suas canções apelam à nuvem etérea da dream pop, soprada pela voz suave, pelos back vocals submersos em reverb e pelas melodias flutuantes da guitarra. As letras espelham relações humanas e amor, ora real ora sonhado». www.rua.pt


quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Little friendship

Amizade, uma brincadeira e um gato (sempre).
 

P.S.) Não sei desenhar. Rabisco umas coisas, apenas. Este desenho serviu para experimentar dois lápis novos.
 

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Somewhere else

Pensamentos tu cá tu lá...
"Palavras, leva-as o vento". Mas será que as leva mesmo? Sempre? E para onde?
Somewhere else...
(Boa semana)





domingo, 10 de novembro de 2013

Ração para idosos: num lar ou centro de dia perto de si

Que o Governo continua obcecado com metas e défices e que, por isso mesmo, continuará a mexer no bolso de cada um de nós, é do conhecimento de todos. 
Desconhecia, todavia, a existência deste Programa intervencionado pelo Ministério da Solidariedade e Segurança Social com a ajuda da UE, que consiste basicamente neste princípio cínico do nós tiramos €€€ mas em troca damos-te papas.  
É assim que Governo e demais mandantes Troikistas (des)tratam os reformados e idosos mais desprotegidos e pobres deste país. Praticando a tal caridadezinha, oferecendo-lhes agora papa farinha láctea, em vez de condições e meios de subsistência condignos. Em suma, uma VERGONHA!
Não acreditaria nisto, não fosse um familiar, utente de um Centro de Dia, dizer-me: "leva que eu não gosto de papas, nem posso comer por causa dos diabetes."
Na verdade, tanto mal têm feito que a consciência destes senhores começa já a pesar-lhes.
O  desrespeito e a maldade praticada contra um povo, não pode ser só uma questão de peso na consciência. Merecem um castigo bem maior.


sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Do verbo procrastinar...

Não vale a pena procrastinarmos (lembrei-me desta palavra a próposito de um programa radiofónico que passa às sextas-feiras, entre as 19h00 e as 20h00, na Antena 3)...
Ele passa e avança e não pede licença. Segue o seu caminho, sempre firme e seguro. Refiro-me ao Tempo, claro. Que isto de comemorarmos certas datas (aniversários, por exemplo) passa a ser, em determinada fase da vida, mais do mesmo, mera rotina temporal.
Consola-nos o facto de estarmos vivos, termos saúde, emprego (até ver) e mais uns quantos motivos para gozarmos esta estadia passageira pelo mundo. Mas sobretudo, consola-nos saber que continuamos  cercados maioritariamente por gente boa. 

Bonita esta canção e a voz do JP Simões... (de novo, agradeço publicamente a quem me enviou de presente, o link deste vídeo) 

A Pele Que Há Em  Mim
   Márcia canta com JP Simões

[...]
Mas a mágoa não mora mais em mim
Já passou, desgastei
Para lá do fim
É preciso partir
É o preço do amor
Para voltar a viver
Já nem sinto o sabor
A suor e pavor
Do teu colo a ferver
Do teu sangue de flor
Já não quero saber.

Dá-me o mar, o meu rio, a minha estrada.
O meu barco vazio na madrugada
Vou deixar-te no frio da tua fala.
Na vertigem da voz
Quando enfim se cala.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

A MENINA DO MAR

Sophia de Mello Breyner Andresen escreveu uma das histórias infantis mais conhecidas dos alunos portugueses.
Nasceu no Porto e hoje faria 94 anos.

Vidências e alinhamentos (para descontrair)

Receber emails indesejáveis tem muito que se lhe diga, mas há sempre alguns que podemos aproveitar para gracejar.

No caso concreto, e, tratando-se do facto de ter sido uma "eleita" do céu (ora havia lá eu de ser uma eleita do inferno, querem ver!?), deveria ter clicado ali ou para ver a minha vidência detalhada.
Era grátis... Ainda por cima!!!! Mas eu não... Nada de cliques! (Cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém)
Ora, de "fato" (de facto, é assim que eu escrevo no meu país), pensando melhor... Talvez até precise desse tal alinhamento, em que um eclipse vai juntar a terra, a lua e o sol num só.
Quem sabe se clicando, eu não teria uma data de acontecimentos bons na minha vida nos próximos tempos?
O remetente do email chama-lhe destino. Eu prefiro chamar-lhe aldrabice, sem esquecer, porém, que há aldrabices que também pesam em certos destinos. 

P.S.) Quanto à história da "renovação financeira"... é uma matéria que poderia interessar a todos nós portugueses, mas desconfio que isto, já nem com o alinhamento dos astros lá vai.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Há quanto tempo...

Let it be 
Or 
Let it snow
You like this, I know
Or 

maybe...
Let it rain
Again and again
And after
Let it shine
But please...
Let it stay and be mine.
(retirado da internet - autor desconhecido-)

E não havendo mais nada a tratar por hoje, despeço-me com votos de excelente fim-de-semana.
A propósito. Há quanto tempo não ouvia isto?