quarta-feira, 4 de maio de 2016

A nuvem que parecia um rato

De regresso a casa dentro do carro, algures numa autoestrada, o rádio segue mudo - como é, aliás, hábito -, desviaste o olhar em direcção ao céu.
"Olha para cima... Aquela nuvem parece um rato."- disseste serenamente.
E não é que aquela nuvem parecia mesmo um rato focinhudo desenhado no céu?!
Lembrei-me então, que as crianças também são peritas em saídas inesperadas, e que, por breves segundos, também eu senti que estava ao lado da maior criança do mundo.
Em abono da verdade, há quem olhe para o céu à procura da eternidade ou olhe só por olhar, sem nada conseguir vislumbrar. Mas nós, "crianças" grandes que somos, continuaremos a olhar para o céu e para a terra, imaginando nuvens com a forma de ratos focinhudos ou pedras do mar que parecem corações.

"That it's gonna get better
Don't worry (...)"

1 comentário:

  1. Continua a ser um agradável prazer ler o RC.

    ResponderEliminar